Série Especial: Ozonioterapia em foco

Especialista esclarece as principais dúvidas sobre a Ozonioterapia

Dr. Rafael Ferreira apresenta aspectos importantes desde as vantagens até as evidências científicas e melhores práticas da Ozonioterapia

 

A recém-aprovada Lei 14.648/23, (7 de agosto de 2023) sobre o uso da Ozonioterapia como tratamento complementar é uma grande conquista para o segmento de Estética. No entanto, o tema se tornou bem difundido nestas últimas semanas e tem trazido muitas controvérsias sobre a sua eficácia e segurança do método. Como mídia especializada no setor, o Portal Estética e Mercado preparou um conteúdo exclusivo sobre o assunto: a Série Especial: Ozonioterapia em foco.  

 

Conversamos com Dr. Rafael Ferreira, formado em Farmácia e pós-graduado em Marketing e MBA em Cosmetologia. Ferreira é mestre em Ciências da Saúde; doutor em Medicina Celular e Molecular pela Faculdade de Medicina do ABC e professor universitário.

 

Ele esclarece pontos essenciais sobre este método e traz diversos insights como:

  • principais vantagens do uso da Ozonioterapia
  • comprovação científica da Ozonioterapia e alguns resultados importantes
  • cuidados nos procedimentos da Ozonioterapia
  • boas práticas da Ozonioterapia

 

Nesta primeira parte da série, confira quais são as 7 vantagens para utilizar este método complementar de tratamento. 

 

  1. Segundo o Dr. Rafael Ferreira, a primeira vantagem é que a Ozonioterapia é uma metodologia integrativa e complementar, ou seja, ela pode ser adicionada a praticamente todos os tratamentos tradicionais com vantagens múltiplas dentro do cenário estético. “Pelo fato do ozônio ser produzido no organismo, não existem riscos de alergias ao seu uso clínico. Porém, não se pode descartar possíveis complicações, mas estas geralmente estão mais associadas à falha profissional do que ao ozônio em si. A estimativa de complicação com ozônio gira em torno de 0,0007% dos casos, perto dos outros recursos e produtos utilizados na estética tradicional”, explica.
  2. Outra contribuição da Ozonioterapia, de acordo com o Dr. Ferreira,  é a promoção da acessibilidade para muitos tratamentos.  “Por exemplo, a Ozonioterapia promove ao longo de um tratamento um efeito bioestimulador na pele. Com uma média de cinco a dez tratamentos (o número varia de acordo com a necessidade da pele e idade do paciente) é possível atingir efeitos similares aos de bioestimuladores já consagrados no mercado, mas com um custo final para o consumidor que chega até 1/5 do valor das técnicas tradicionais”, afirma.
  3. Um ponto fundamental destacado pelo Cosmetólogo Dr. Ferreira é a maneira pela qual a Ozonioterapia é a utilização no preparo da pele para qualquer procedimento, ou seja, desde um procedimento minimamente invasivo ou até mesmo um procedimento cirúrgico, otimizando resultados e diminuindo o risco de complicações.
  4. Igualmente relevante é a questão da ação integrativa da Ozonioterapia, que se desdobra na quarta vantagem essencial apontada pelo especialista. “A proposta da ação integrativa é diminuir o tempo de recuperação, possíveis complicações e a utilização exacerbada de produtos tradicionais. Um exemplo é condicionar um tecido com o pré-tratamento ozonizado, consumindo até 50% menos material preenchedor para promover o mesmo resultado clínico”, aponta Dr. Ferreira.
  5. Um aspecto adicional a considerar, segundo o especialista em Cosmetologia, é o fato do ozônio ser uma opção sustentável a longo prazo. “Por ser sustentável, o ozônio não promove adaptação do organismo a sua presença e nem perde performance quando se realizam novos ciclos de tratamentos”.
  6. Além das vantagens anteriores, a Ozonioterapia revela mais uma vantagem notável, a sexta da lista. Dr. Ferreira afirma que  “a abordagem sistêmica da Ozonioterapia permite otimizar resultados em praticamente todos os tratamentos estéticos, pois ela ajusta os níveis de inflamação do organismo, aumenta sua capacidade de oxigenação e metabólica”, constata.
  7. Encerrando a lista, a sétima vantagem da Ozonioterapia está voltada para os benefícios na atuação do profissional, que segundo o especialista, este procedimento acaba sendo um tratamento abrangente de terapêutica completa. “É um método que pode ser utilizado para atendimentos faciais, corporais, capilares, ajuste sistêmico, em associação com outras técnicas estéticas e de pacientes em tratamentos medicamentosos”, finaliza. 

 

Série Especial: Ozonioterapia em foco

*Rafael Ferreira é formado em Farmácia e pós-graduado em Marketing e MBA em Cosmetologia. É mestre em Ciências da Saúde; doutor em Medicina Celular e Molecular pela Faculdade de Medicina do ABC e professor universitário.

@rafaelferreiradoutor

 

Compartilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Siga-nos:

Populares

Get The Latest Updates

Subscribe To Our Weekly Newsletter

No spam, notifications only about new products, updates.