Botoclinic aposta em nova tecnologia e amplia portfólio de serviços

Recentemente, a Botoclinic, rede pioneira em Harmonização Facial no Brasil, anunciou com muito entusiasmo a sua entrada no segmento de estética corporal. Com a chegada do  Q-Plus Evo – tecnologia personalizável capaz de realizar uma grande variedade de tratamentos -, a marca quer se consolidar como uma rede completa de tratamentos faciais e corporais. São 10 novos tratamentos, incluindo depilação, remoção de tatuagem e rejuvenescimento da pele.

Para saber mais detalhes sobre esta ampliação no portfólio, o portal Estética e Mercado conversou com Wagner Quina, CEO da Botoclinic. Confira abaixo a entrevista. 

Estética e Mercado: Poderia contextualizar um pouco o histórico de tratamento da Botoclinic em estética facial?
Wagner Quina: A Botoclinic foi fundada em 2019 e teve uma rápida expansão com unidades em shoppings de todo o país. Atualmente somamos mais de 150 lojas, tanto próprias quanto franqueadas. Nascemos com a proposta de proporcionar mais acesso aos clientes, ou seja, democratizar os procedimentos estéticos e, assim, em pouco tempo nos tornamos a maior rede de harmonização facial do país.
Para isso, sempre utilizamos como estratégia trabalhar com produtos de primeira linha, de alta qualidade e fornecidos pelos maiores laboratórios que comercializam esses produtos, como Allergan, Galderma e Merz.
Desta forma, com esses reconhecidos fornecedores e com uma equipe de profissionais de saúde altamente qualificada e treinada constantemente, geramos alto valor agregado aos nossos clientes, transmitindo segurança e credibilidade nos procedimentos que realizamos. Por isso, nos consolidamos como uma rede de harmonização facial, focada no bem-estar dos clientes.

EM: Em relação à entrada da Botoclinic no segmento de estética corporal, quais foram os principais fatores que motivaram essa decisão?
WQ: O que nos motivou a investir na estética corporal, em primeiro lugar, foi atender o desejo dos clientes. Houve uma demanda natural do público para que tivéssemos soluções para o corpo. Com muito cuidado, planejamento e pesquisas, decidimos ingressar no segmento.
Então, passamos a oferecer a conveniência dos dois tratamentos em um só local. Para isto, buscamos os melhores fornecedores, assim como sempre fizemos e trouxemos as soluções mais avançadas do mercado. Hoje, nós contamos com produtos injetáveis e tecnologia para realizar procedimentos corporais e proporcionar uma ‘jornada da beleza’ de fato, com tratamentos da ‘cabeça aos pés’. 

EM: Como você avalia as perspectivas de crescimento do faturamento da Botoclinic e da participação de mercado para este segmento?
WQ: Projetamos um incremento de vendas com dois dígitos e isso é muito bom para um negócio que está iniciando, neste caso – o tratamento corporal. Estamos em um mercado onde a disputa é bastante acirrada, com muitos players, mas a Botoclinic entra com um time muito experiente para competir, com equipamentos e produtos de primeira linha. Então, entendemos que nossa participação irá crescer significativamente porque estamos fazendo frente aos principais concorrentes, uma vez que nós temos as melhores tecnologias, muito treinamento e os melhores serviços. 

EM: Qual é a projeção de retorno do investimento  com a oferta do Q-Plus?
WQ: O lançamento do Laser Q-Plus, uma tecnologia italiana inovadora, é mais um passo importante na nossa estratégia de oferecer uma verdadeira ‘jornada da beleza’ ao nosso público, com o que há de melhor e mais inovador no mercado.
De imediato, a tecnologia estará disponível nas unidades Jardins, Alphaville, Center Norte, Santana Park, Jundiaí Shopping, Parque D. Pedro Shopping (Campinas/SP) e Barra Shopping (RJ). Iremos ainda avaliar o retorno e a oferta em outras unidades.

EM: Com a ampliação do portfólio de serviços e novas opções de tratamentos, como será a expansão para as unidades da rede?
WQ: A rede tem como prioridade fazer uma expansão sustentável nos melhores pontos do país, com um custo de operação que entendemos ser saudável para o negócio. Dentro da expansão, há um estudo demográfico, de região e pontos em shoppings centers, para que possamos inserir os tratamentos de acordo com o público local e suas necessidades específicas.
Vivemos em um país continental onde cada região merece uma estratégia, e a clusterização precisa ser realizada para que a rede cresça de forma harmoniosa e sustentável.

Compartilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Siga-nos:

Populares

Get The Latest Updates

Subscribe To Our Weekly Newsletter

No spam, notifications only about new products, updates.