Banner_Bioset
Banner Cursos
Tag

clínicas de estética

Browsing

O mercado aquecido de tratamentos de estética do interior paulista está na mira das grandes franquias do segmento. Antes mesmo da inauguração, a nova clínica da Ad Clinic de Piracicaba já possuía quase 200 leads de agendamentos durante o período de pré-venda, segundo a assessoria do grupo. O espaço recebeu um investimento de 750 mil reais e é a terceira franquia dos mesmos proprietários.

Liana Graf e Célio Graf, que são do interior do Rio Grande do Sul, já possuem outras duas unidades, uma em Blumenau (SC), e a outra no Shopping Itaquera, em São Paulo. Agora, abrem as portas em Piracicaba, cidade de 400 mil habitantes, em parceria com a família. 

Liana começou como empregada doméstica antes de ter um pequeno negócio de marcenaria junto ao seu marido, Célio. O negócio ia bem até que um dia ela conheceu Rodrigo Nunes, CEO da Ad Clinic, que na época precisava de móveis para abrir sua primeira unidade. De acordo Liana Graf, o crescimento do setor apesar da crise sanitária foi o que influenciou a abertura da nova clínica em cidades desenvolvidas do interior e a tornar-se a primeira franqueada da rede com o espaço em Blumenau .

“A partir disso, eu decidi fazer parte da franquia AD Clinic. Conheço a marca há algum tempo, o Rodrigo, e sei o impacto que os tratamentos fazem na vida das pessoas. Isso não tem preço”, conta Liana.

Pandemia com baixo impacto no setor

Em 2020, em plena pandemia, o mercado de estética faturou cerca de R$3,2 bilhões de reais, 7,5% a mais que o ano anterior. As unidades da AD Clinic acompanharam esse crescimento.

As franquias do grupo realizam um procedimento estético a cada cinco minutos, o que gera em torno de 25 mil atendimentos mensais, justificando o lugar que a rede vem ocupando no mercado. Rodrigo Nunes, CEO da Ad Clinica, afirma que pretende saltar de 92 franquias para 600 até 2024. Um crescimento de cerca de 550% em apenas 3 anos.

Mercado Internacional

Com todo esse avanço no setor, o grupo já tem planos de expansão para os próximos anos. Segundo o CEO da AD Clinic, Rodrigo Nunes, das 600 operações previstas até 2024, 10 serão internacionais.

O grupo estará presente nessa fase nos Estados Unidos, Portugal e países da África. “A AD Clinic cresce cada dia mais. Aqueles que decidem empreender agora fazem a melhor escolha possível e os resultados serão incríveis!’’, defende o CEO.

A panfletagem que deu certo

A AD Clinic surgiu com o CEO Rodrigo Nunes, entregando panfletos na rua para atrair clientes. Com um investimento de R$ 5 mil reais, Rodrigo panfletava e Aline Medici, sócia e namorada, realizava os procedimentos estéticos.

Rodrigo Nunes, CEO da Ad Clinic, e a sócia Aline Medici, pretendem chegar a 600 unidades da rede até 2024

Após a chegada da pandemia, a panfletagem passou a ser digital, então a rede começou a investir na comercialização de franquias e vendas on-line. A estratégia de expansão possui um novo modelo de negócio, com tamanho reduzido e investimento a partir de R$ 89 mil. 

Esse valor é o que permite que a franquia seja uma das mais acessíveis e lucrativas ao mesmo tempo.  Desse modo, fica mais fácil a entrada do grupo em pequenas cidades com um plano acelerado de expansão.

A 92a. unidade do grupo AdClinic chega à cidade de Piracicaba com 100 tratamentos estéticos, corporais e faciais. O novo espaço abriu as portas no dia 26 de outubro. 

Serviço
Data: 26/10/2021
Endereço: Av. Independência, 1604 – Cidade Alta, Piracicaba – SP, 13419-155
Redes Sociais:
https://www.instagram.com/adclinic.piracicaba/
https://www.facebook.com/adclinic.piracicaba/

Criptomoedas agora podem ser usadas como forma de pagamento na rede Buddha  Spa

Investidores de criptomoedas já podem usar seus ativos para pagar despesas de estética e saúde na rede Buddha Spa. A proposta da clínica é facilitar transações comerciais, possibilitando aos consumidores o uso das moedas digitais não só como investimento, mas também para compras no dia-a-dia.

As moedas digitais, os chamados criptoativos, tiveram um crescimento de mais de 931% no Brasil segundo pesquisa da Hashdex, a maior gestora de criptomoedas do país.  Por essa razão, esse dinheiro digital têm chamado a atenção dos empreendedores.

A novidade traz mais facilidade ao mercado, evitando tantos processos burocráticos, segundo o CEO do Buddha Spa, Gustavo Albanesi. “Por causa do blockchain, o projeto cripto faz acontecer algo que nunca ninguém conseguiu fazer, que é eliminar os intermediários necessários, como um banco”, explica Albanesi.

Gustavo Albanesi, CEO do Buddha Spa

Blockchain é uma tecnologia que permite transações digitais regulamentada pelo setor privado e diretamente pelos usuários. Funciona como um registro, criptografado (protegido por códigos), das movimentações de moedas digitais e sem mediação de bancos centrais de países (veja mais a seguir para entender o que são e como funcionam as criptomoedas)

 

Demanda potencial de criptomoedas

Atualmente no Buddha Spa ocorrem de uma a duas transações com o uso de criptoativos por semana no e-commerce da rede.  De acordo com Albanesi, a alternativa deve ganhar o mercado aos poucos, tendo em vista que a utilização desses ativos digitais ainda é novidade para muitos.

“O crescimento do acesso a criptoativos está tornando-se não só uma forma de investimento, mas também um meio de troca”, diz o CEO. A expectativa do Buddha Spa é de que, em médio prazo, as vendas por criptomoedas correspondam a até 10% das vendas da empresa..

Além do Bitcoin, que é uma das moedas digitais mais conhecida no mercado, o SPA também aceita outros criptoativos como forma de pagamento, o Ethereum, Cardano, Polkadot, entre outras, além de stable coins(moedas com valor estável) como Theter e USDC.

O futuro é digital

Jone Santos Costa, 42, servidor público, fez seus primeiros investimentos em criptomoedas no início deste ano e gostou da novidade de poder usá-las em compra de serviços no seu dia-a-dia. “Comecei a investir por entender que essa será a forma de comercialização, de dinheiro do futuro.  Acho muito boa a iniciativa de aceitar a criptomoeda como forma de pagamento”, afirma o investidor.

Além do Bitcoin, Buddha Spa também aceita as criptomoedas Ethereum, Cardano, Polkadot, Theter e USDC.

Para o CEO do Buddha SPA, Gustavo Albanesi, as moedas digitais abriram oportunidades de expandir os negócios por meio do atendimento de um novo perfil de clientes, mais atentos à mudanças dos próximos anos. “Vejo o cripto como a internet nos anos 90, algo desconhecido para muitos, visto com desconfiança, mas que, para quem está dentro, já consegue resolver uma dor e trazer uma solução no mundo real, com agilidade e assertividade de processos”, diz Albanesi.

O CEO destaca ainda a ruptura com as questões institucionais, uma vez que as moedas digitais criptografadas não sofrem interferência da política econômica em sua valorização e desvalorização.

 

Empreendimentos integrados

O CEO da Buddha Spa, Gustavo Albanesi, é também investidor de criptomoedas e sócio de uma empresa gestora de criptoativos, a UNIERA. Albanesi conta que foi desse modo que surgiu a ideia de inovar e trazer a novidade para o mercado de saúde estética.

As moedas são aceitas no pagamento de serviços comprados no e-commerce pelos consumidores finais, e na taxa de franquia para investidores e compradores. Com a forte expansão, Albanesi já tem novos projetos em andamento para esse novo modelo de comércio.

“Estamos montando uma exchange no Brasil, estamos com portfolios prontos e lançando o cartão de crédito cripto, enfim um negócio bem diferente”, conta o CEO.

Criptomoedas na prática

Criada para facilitar as negociações pela internet, como compra de itens em jogos on-line, a moeda digital “Bitcoin” é usada em transações desde 2009. Na última década, diversas outras moedas digitais foram criadas.

Como não possui a necessidade de ser mediada por terceiros, como os bancos, o dinheiro virtual está em constante crescimento, mas ainda é visto com desconfiança pelos governos pela ausência de regras internacionais e de controle na distribuição desses recursos.

A captação de recursos em criptomoedas (ou cibermoedas) é chamada de “mineiração”. A exchanges são empresas de venda e compra de ativos criptografados e distribuídos com tecnologia blockchain e, em resumo, podem ser consideradas uma espécie de “corretoras de criptomoedas”, uma vez que trocam o dinheiro normal, conforme o câmbio do dia, pelas moedas digitais.

Pane nas redes sociais levanta discussão sobre as ferramentas de comunicação no setor privado; apesar dos prejuízos, clínicas ainda preferem WhatsApp pela popularidade entre clientes

No último dia 4 de outubro, em plena segunda-feira, as principais redes sociais utilizadas no mundo  – WhatsApp, Facebook e Instagram – ficaram mais de 7 horas fora do ar, paralisando atividades de trabalho desenvolvidas pelos usuários de diversos segmentos. O acontecimento mostrou o quanto essas ferramentas foram incorporadas ao cotidiano das pessoas, incluindo o de profissionais e empresas. No setor de estética, a rotina de trabalho foi bastante prejudicado e profissionais  ouvidos pela reportagem relatam que o faturamento com novos clientes no dia do apagão chegou a zerar.

Cerca de 72% dos microempreendedores utilizam o app de mensagens para se comunicar com seus clientes, de acordo com dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE). Débora Andrade, franqueada de uma clínica Onodera Estética, conta que a prospecção de novos clientes em sua empresa ocorre 80% pelo app e ficou totalmente afetada com o apagão das redes sociais de Mark Zuckerberg no começo da semana. “Não tivemos vendas neste dia. Além das postagens do Instagram, stories e Facebook, que são diárias, ocorrem as interações por lá. Tudo isso foi prejudicado”, comenta.

Usuários de redes sociais: hábito consolidado é vantagem comercial


Dados de uma pesquisa feita pelo Hootsuite, aponta que cerca de 98% da população brasileira faz uso do WhatsApp diariamente. O estudo reforça a amplitude que o app tem para tantos profissionais, inclusive do mercado de estética.

Daniela Girotto, da Zamboê, ainda aposta WhatsApp por ser mais conhecido pelo público.

Muitas clínicas utilizam a ferramenta para realizar o agendamento das consultas ou para vender seus serviços, por isso o “apagão” atingiu tantos usuários quanto empresas. Daniela Girotto, proprietária do Centro de Estética, Relaxamento e Bem-estar, Zamboê, conta que um dia sem WhatsApp mudou toda a forma de trabalho na empresa.

 

A empresária explica que 90% dos agendamentos de sua clínica ocorrem pela ferramenta e o restante pelo telefone. Com a pane da última segunda-feira, o atendimento foi todo feito por meio de ligações, uma rotina que já estava superada.

Resistência de clientes é desafio para apps próprios


Apesar de possuir uma ferramenta de gestão na clínica que oferece comunicação com os clientes, Daniela ainda prefere usar o WhatsApp para lidar com os pacientes. O receio é que os pacientes tenham receio ou achem pouco prático um aplicativo só para falar com a empresa dela. 

Apesar de possuir o software de gestão desde a abertura da clínica, os clientes da Zamboê não possuem acesso ao app da clínica, somente os funcionários da administração. “Não pensamos em utilizar o aplicativo do software porque não sei se é uma ferramenta que o cliente baixaria no celular dele para se comunicar com a gente”, relata a empresária.

A rede Onodera também possui um software de gestão próprio. A franqueada da rede explica que o sistema é completo, com aplicativo de agendamentos e vendas online, o que facilita bastante para as clientes. Contudo, ainda é pouco utilizado pelas clientes, que sempre têm optado por aplicativos já instalados e de uso diário , como  Whatsapp, Facebook e Instagram.

Em função disso,  o uso do sistema é mais utilizado para controle de agenda e manutenção de relacionamento com cliente (o famoso Customer Relationship Mangement – CRM). “Utilizamos o Whatsapp Business para contato com as clientes: prospecção, vendas e agendamento, grande parte das atividades acabam sendo realizadas pelo WhatsApp”, explica a proprietária da clínica Débora Andrade.

Como o funcionamento do aplicativo de mensagens estava prejudicado, Débora conta que a saída foi usar o telefone. No entanto, muitos clientes não atendiam as ligações. 

Ainda assim, Débora não pretende migrar para outro app que não o WhatsApp para falar com a clientela. “Por enquanto ainda é o canal de maior aderência, a não ser que  passem a usar o telegram, outro app similar no mercado, mas hoje todas nossas clientes já estão habituadas com o uso das ferramentas do Grupo Facebook”, afirma Débora.

Nova funcionalidade tem como objetivo aumentar as vendas dos espaços

Processar os dados manualmente é uma ação ultrapassada no Marketing Digital. Para garantir espaço no mercado as clínicas de estética precisam de ferramentas que as tornem mais competitivas, ágeis e melhorem os seus resultados. Isso explica porque elas estão cada vez mais preocupadas em automatizar as tarefas do dia a dia.

De acordo com a pesquisa Marketing Tools LatAm 2019, realizada com 2.119 empresas da América Latina, 57,23% afirmaram utilizar alguma ferramenta de Automação de Marketing e 31,1% disseram ainda não dispor de um processo de automação. O estudo demonstra a relevância da automação no dia a dia das empresas.

A ferramenta de automação permite definir as regras do processo, integrar os profissionais, reunir os dados dos leads e analisar as métricas do funil de vendas. É um software em que nele estão centralizadas as informações e as rotinas automatizadas do processo de vendas.

O sistema Belle Software recentemente lançou o módulo de Automação de Marketing para clínicas de estética, que permite a criação de fluxos de automação e jornadas conforme as ações específicas para cada tipo de cliente. Essa nova funcionalidade tem como objetivo aumentar as vendas das clínicas.

Jornada do Cliente

A “Jornada do Cliente” representa a soma de vários fluxos de automação de marketing que conduzem esse cliente a seguir um passo a passo até atingir o resultado desejado. Trata-se de uma poderosa ferramenta para automatizar o marketing resultando assim no aumento de vendas dos serviços, dos planos e dos produtos de uma clínica de estética.

Rafael Francisco Thibes, CEO do Belle Software, cita que a jornada do cliente corresponde a uma série de passos percorridos em um ponto de contato com a empresa. Dentre eles: deixar de comprar um tratamento, comprar pelo site, ler um e-mail, responder uma pesquisa de satisfação do atendimento. 

As interações de cada cliente acontecem de formas diferentes, em horários diversos, em uma ordem específica e por meios e tecnologias diferentes. No Belle Software a comunicação da clínica de estética com os clientes acontece por e-mail, SMS ou push, notificando os mesmos sobre as jornadas que estão sendo direcionadas para eles. Nesse sentido, estima-se que 50% dos clientes de uma clínica podem estar sendo impactados de forma extremamente relevante todos os meses. 

Segundo o Blog Gestão de Estética, para que a clínica consiga suprir todas as necessidades do cliente, em cada uma das etapas da jornada, é importante criar uma persona, ou seja, um personagem semi fictício para representar o cliente ideal. Para tanto é necessário compreender este perfil, quais são os seus valores, hábitos, dores e objetivos. Tendo uma persona bem delimitada fica mais fácil mapear e planejar as melhores ações para cada etapa da jornada. 

O sistema Belle Software passou a oferecer aos seus clientes o módulo de Automação de Marketing, com algumas jornadas prontas e a possibilidade de criar outras jornadas personalizadas. Ao todo estão disponíveis 7 jornadas de clientes que só precisam ser ativadas. São elas: novos clientes; renovações de planos; vendas perdidas; clientes inativos; indicações; Upsell e Cross Sell; e venda de produtos.

Funcionamento da Automação de Marketing

No Belle Software, o processo de implantação do módulo de Automação de Marketing é simples, só precisa ativá-lo, depois caso desejado poderá alterar os textos nos e-mails, SMS e push(notificações), e, se necessário, criar jornadas específicas, tudo com a ajuda de um especialista da equipe Belle Software. Este também irá treinar os responsáveis da clínica para acompanhar os resultados. Caberá aos responsáveis da clínica fazer os contatos com os clientes através do CRM(Gerenciamento de Relacionamento com Clientes).

A criação de fluxos de automação é a principal funcionalidade da ferramenta. Estes fluxos consistem em uma sequência de ações automáticas, disparadas por gatilhos definidos na ferramenta, que levam os leads de um ponto a outro do processo.

Como exemplo prático de uma jornada do cliente no Belle Software dá para citar a de cliente inativos, que tem como objetivo reativar os clientes que estão sem comprar da clínica a mais de 90 dias. Para tanto, o sistema identifica que os clientes estão nesta condição, envia um e-mail e um push sugerindo que os clientes façam uma avaliação. Com essa notificação os clientes inativos são impactados, podendo agendar uma avaliação e, consequentemente, compram um novo tratamento. O sistema, ao identificar que os clientes voltaram a comprar, dá um voucher, por e-mail, para eles usarem ou disponibilizarem para alguém. Isso tudo acontecendo de forma automatizada, basta apenas fazer as configurações necessárias.

Relacionamento

A utilização da automatização de marketing, além de tornar o trabalho mais eficiente e produtivo, melhora o relacionamento com os clientes da clínica de estética, fazendo-os sentir-se mais valorizados. Com isso, oportuniza o aumento das vendas e, consequentemente, o aumento do faturamento da clínica.

É importante ficar atento à jornada do cliente e realizar as ações que foram planejadas para cada etapa, garantindo assim melhores resultados. No entanto, é fundamental monitorar de perto esse processo para perceber as mudanças de comportamento e promover adaptações às estratégias utilizadas.

Medir a eficiência das jornadas através de métricas ajuda avaliar a sua efetividade e permite identificar se os resultados obtidos estão a contento, ou se é necessário tomar algumas providências para aprimorar o desempenho de cada jornada. 

O módulo de Automação de Marketing do Belle Software permite que todo esse processo seja acompanhado e gerenciado para que os resultados da clínica de estética possam ser melhorados sempre. Mais informações neste link: https://www.bellesoftware.com.br/automacao-de-marketing/. Tire suas dúvidas por WhatsApp com a equipe de vendas do Belle: (11) 3230-5180