Ad
Ad
 
MERCADO

Espaçolaser protocola pedido e debuta na bolsa de valores

Pinterest LinkedIn Tumblr

Rede está em período de silêncio e não se pronuncia sobre o assunto; informações foram publicadas em diferentes veículos de comunicação

A MPM Corpóreos S.A., proprietária da rede de depilação Espaçolaser, protocolou pedido de Oferta Pública Inicial de Ações (IPO, na sigla em inglês) na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A informação foi publicada em diferentes veículos de comunicação, entre eles, no periódico Valor Econômico.

A empresa conta com uma cadeia de 554 unidades com atuação em todos os estados do Brasil. Nos três primeiros trimestres de 2020, contabilizou vendas de R$ 952 milhões. Os dados foram publicados no Valor Investe.

IPO

Ainda segundo o texto, no ano passado, o lucro líquido da empresa somou R$ 82,875 milhões, enquanto o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ficou em R$ 190,65 milhões.

De acordo com o jornal Valor Econômico, a oferta será primária – quando os recursos vão para o caixa da companhia – e secundária, quando os recursos vão para os vendedores, para colocação no Novo Mercado da B3.

Magnólia Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia e a SMZXP Participações, em conjunto com mais três acionistas pessoa física, devem ser os acionistas vendedores. O Itaú BBA será o coordenador líder, juntamente com o Santander e o Goldman Sachs. Além da colocação da oferta no Brasil, haverá esforços para colocação também para investidores institucionais no exterior.

Espaço Laser

A reportagem do portal Estética e Mercado entrou em contato com a assessoria de imprensa da rede Espaço Laser que informou, por meio de nota, que no momento estão no período de silêncio. “Isso é uma regulamentação da CVM e não podemos falar sobre o processo de IPO”.

Write A Comment