Banner_Bioset
Banner Cursos
BANNER 5 ANOS 1 copiar
MERCADO

Dentistas e a cosmetologia: a busca por conhecimento para potencializar resultados na HOF

Pinterest LinkedIn Tumblr

Profissionais buscam conhecimento em cosmetologia para melhorar resultados de procedimentos; iniciativa também é uma forma de aumentar faturamento

Muito além de um injetor. O dentista com especialização em harmonização orofacial (HOF) pode ser destaque na área se conhecer a pele, entender seu processo de envelhecimento e utilizar artifícios e técnicas, embasadas cientificamente, para minimizar suas consequências.

Dr. Dimitri Mascaretti Ortiz

“A pele é a vitrine de todos os procedimentos que realizamos na área de harmonização orofacial. Consequentemente, uma pele desnutrida, desidratada ou manchada impede que o resultado do tratamento seja perceptível em sua plenitude”, explica o dentista e executivo para Harmonização Orofacial na Anna Pegova, Dimitri Mascaretti Ortiz. “Por isso, é fundamental o uso de dermocosméticos para adequar a pele para receber os procedimentos. Além disso, no dia a dia, um skincare adequado as necessidades de cada paciente é uma forma de potencializar os resultados e prolongar os efeitos desejados”, acrescenta.

Mercado

A cosmetologia é a área responsável pelos estudos e fabricação de produtos cosméticos. Abrange seus funcionamentos e técnicas de aplicações, as propriedades de suas matérias-primas e os agentes ativos presentes na composição química. Sem a cosmetologia, muitos protocolos de intervenção estética não existiriam.

Dimitri conta que existe um número cada vez maior de profissionais se aprofundando no conhecimento de pele, na cosmetologia e na cosmiatria. “O mercado entendeu que não existe HOF de excelência sem que a pele seja cuidada diariamente”, revela.

Ainda segundo o profissional, o dentista não precisa ser expert no assunto. “Mas logo, não haverá espaço para o profissional que não proporcionar isso aos pacientes. Seja se aprimorando no assunto, tendo um bom suporte técnico ou adotando o formato multidisciplinar no atendimento em sua clínica ou consultório”, afirma. 

Parceria de sucesso com marca de dermocosméticos completa 2 anos 

Após 10 anos atuando com harmonização orofacial, Dimitri se transformou no executivo da marca Anna Pegova. Isto porque a cobrança era cada vez maior de seus pacientes.

“Me sentia desconfortável em não saber passar as orientações necessárias aos meus pacientes. Da mesma forma entendia que alguns tinham uma pele saudável, outros não. Isto interferia significativamente nos resultados”, relembra.

O contato com a Anna Pegova surgiu em um congresso. O modelo de parceria com profissionais – que fornece suporte técnico, comercial e de marketing para que o profissional seja atendido em todas as necessidades –, assim como o curso para o aprofundamento no conhecimento de pele e a interação dos dermocosméticos aos procedimentos de HOF chamaram a atenção de Dimitri.

“A marca está há mais de 70 anos no mercado e se dispõe a compartilhar sua expertise, além de transmitir conteúdo proporcionando o aperfeiçoamento dos profissionais. Algo inédito em todo o mercado de harmonização orofacial”, afirma Dimitre, que acrescenta: “Diante do meu encantamento por tudo isso e por ter em minha formação MBA em gestão empresarial, quando recebi o convite para ser o elo de ligação entre a marca e o mercado HOF, não pensei duas vezes em aceitar. É um orgulho poder fazer parte disso há quase dois anos”.

Nova fonte de receita

Além de um parceiro técnico, a forma atraente da marca expor os produtos que, ao serem comercializados nas clínicas e consultórios, criam uma nova fonte de receita antes inexistente, o segmento gera uma recorrência, um retorno do paciente, em um tempo até quatro vezes menor.

“Isto ocorre porque quando acaba o produto, o paciente retorna para repor e isso facilita a contratação de novos serviços”, afirma o especialista.

E o mercado de HOF não atrai apenas mulheres. O segmento de cosméticos e produtos de beleza voltado para homens atingiu US$ 69 bilhões em 2020 e deve seguir em crescimento, segundo informações publicadas na revista Você S/A em abril deste ano.

A previsão é que o setor movimento US 78,6 bilhões em 2024. “Esse definitivamente é um caminho crescente e sem volta! As mulheres estão ainda muito à frente quando o assunto é estética mas os homens ‘acordaram’. Agora, eles que lutem!”, finaliza Dimitri de uma forma descontraída.

 

Write A Comment