Seu negócio precisa de você e você não precisa da ansiedade

Danila Custódio. Consultora de Vida e Carreira

Vivemos dias tensos. Podemos fazer nossa parte para tentar conter o vírus mas ainda não sabemos onde isso vai dar e nem até quando iremos combater a COVID-19. Se não bastasse a crise na saúde, a economia mundial pode entrar em colapso. Mas o que está ao nosso alcance? A resposta é simples: Precisamos nos reinventar e minimizar os riscos em nossas vidas pessoais e profissionais, e você pode começar evitando a ansiedade.

A Ansiedade é uma palavra comumente usada por nós, ela está tão atrelada ao nosso cotidiano que parece algo simples e comum nas nossas vidas.

O termo é tão recorrente que, todos temos o conceito e a definição cristalizada em nossa mente. Mas será que temos avaliado corretamente essa condição?

É possível que a Ansiedade esteja me roubando algo e eu não esteja notando? Quanto ela pode estar afetando minha saúde física e mental?

Neste contexto, é fundamental reavaliar o conceito íntegro do termo e também a intensidade desta ação sobre nós.

No dicionário, ansiedade é:

1 Sofrimento físico e psíquico; aflição, agonia, angústia, ânsia, nervosismo.

2 (Na psicologia) Estado emocional frente a um futuro incerto e perigoso no qual um indivíduo se sente impotente e indefeso.

Sentir Ansiedade pela expectativa de um novo projeto ou pelo nascimento de um filho, é normal e saudável, vem agregado a nossa reação de euforia, em outros casos, ela serve de reação de defesa diante de situações perigosas, ou seja, ela também nos mantém vivos.

Porém, a Ansiedade passa a ser um problema quando é exagerada e permanente, gerando sentimentos de preocupação excessiva com o futuro.

Quando olhamos para o amanhã, um momento que ainda não existe e onde não há nenhuma possibilidade de controle, nos sentimos impotentes, atrelados a um momento econômico extremamente recessivo, a uma condição política instável e a condição de sobrevivência fragilizada.

Tudo isso contribui para que o Brasil seja o país com o maior número de pessoas ansiosas do mundo, de acordo com a (OMS) Organização Mundial da Saúde.

Todas essas informações são válidas e fundamentais para uma auto análise, partindo do pressuposto de que, só podemos mudar a nós mesmos. 

Então, seguem algumas DICAS para te ajudar nesse momento.

  • Reserve um tempo na sua rotina para realizar atividades que lhe dão prazer, como:
  • dançar; ouvir música; tocar a algum instrumento; ler um bom livro; começar assistir uma série; desenvolver uma nova habilidade ou fazer chamadas de vídeos com pessoas importantes.
  • Além de se lembrar de RESPIRAR corretamente, passamos o dia inteiro respirando no automático. Ter pausas para inspirar e expirar pelo menos 4x durante o dia vai te ajudar a desacelerar e te trazer para o momento presente.
  • Atenção também ao eletrônicos, pesquisas mostram a importância de desligar os aparelhos pelo menos 2 horas antes do horário de dormir, para que assim possa ter uma noite de sono tranquila, e uma restauração completa das conexões neurais.

 E por último, quando se perceber ansioso, se pergunte:

  • Qual batalha eu devo enfrentar especificamente hoje, já que não sei como será o amanhã?
  • Qual o real motivo da minha preocupação? Eu posso fazer algo para mudar essa situação?
  • O peso que eu tenho dado a determinada situação é necessário?

Essas perguntas te ajudarão a encontrar respostas que darão clareza sobre suas emoções.

Lembrando que nem sempre podemos controlar o que acontece com a gente, mas sempre podemos escolher como nos comportar a respeito do que acontece com a gente.

E isso é autogestão.

Que tal vivermos um dia de cada vez?

Sugestão de conclusão:

Conclusão:

É fato que o Coronavírus vem devastando vidas, a saúde emocional das pessoas e claro, muitos negócios e carreiras. Nesse momento, você deve estar atento a si mesmo para evitar que a ansiedade agrave o problema. A boa notícia é que é possível, na medida do possível! Cuide-se, cuide de sua família e do seu futuro, e vamos juntos enfrentar cada obstáculo que venha a surgir. Até a próxima!

Compartilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Siga-nos:

Populares

Get The Latest Updates

Subscribe To Our Weekly Newsletter

No spam, notifications only about new products, updates.