Mercado de beleza é o 2º com maior número de empresas ativas no Brasil

Apenas em junho deste ano, 11 mil novos salões de beleza foram abertos no país, segundo levantamento do Estadão

Em dois anos, o Brasil abriu 343 mil salões de beleza, de acordo com dados divulgados pelo jornal O Estado de S. Paulo, em setembro. O setor composto por cabeleireiros, manicures e pedicures é o segundo com maior número de empresas ativas, com mais de 790 mil empreendimentos. Além disso, é um dos três que mais abrem CNPJ no país.

Apenas em junho de 2022, foram 11 mil novos negócios. O número é 28,5% maior quando comparado ao mesmo mês de 2020 e 4,4% superior a igual período do ano passado.

Hoje, o Brasil tem o quarto maior mercado consumidor do mundo nessa área de salões de beleza. Os dados são de levantamento feito pelo Estadão com dados da plataforma Mapa de Empresas, do Ministério da Economia.

 

Saúde estética mostra ainda mais vigor

Na área da estética, os números mostram ainda mais vigor. Houve alta de 63,3% na quantidade de CNPJs abertos em junho (5.318) em relação ao mesmo período de 2020 (3.257). A categoria compreende não só os cuidados com as unhas, mas da beleza em geral, como limpeza de pele, maquiagem, depilação, entre outros.

 

Destaque

O segmento de Saúde, Beleza e Bem-Estar ganhou destaque entre as doze áreas do setor de franquias que alcançaram o melhor faturamento no primeiro trimestre deste ano, com 13,4%. De forma conjunta, a receita das franquias cresceu 8,8% no período analisado, passando de R$ 39,881 bilhões para R$ 43,380 bilhões, segundo dados da “Pesquisa de Desempenho – 1º trimestre de 2022”, da ABF (Associação Brasileira de Franchising).

Ainda em março, a corrente de comércio do setor de HPPCA (Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos) atingiu US$ 130,6 milhões (R$ 683,63 milhões), registrando um aumento de 3,3% em relação a igual período do ano anterior, que foi de US$ 126,4 milhões (R$ 661,64 milhões).

A informação é da ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos), que também indica que o saldo da Balança Comercial apresentou superávit no valor de US$ 3,7 milhões, revertendo o saldo deficitário de março de 2021, que foi de US$ 5,9 milhões (R$ 30,88 milhões).

Compartilhar:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Siga-nos:

Populares

Get The Latest Updates

Subscribe To Our Weekly Newsletter

No spam, notifications only about new products, updates.